Líder em serviços aduaneiros e logísticos


A Garda Portugal iniciou a sua atividade em 2016, mas conta já com 26 anos de experiência acumulada. A empresa de Paula Gouveia e Marco Simão veio assumir o lugar da JCF Portugal, que atuava no segmento aduaneiro e de transportes. Hoje, a Garda Portugal oferece um serviço completo e personalizado, garantindo um controlo rigoroso sob o circuito da mercadoria. A empresa agrega uma variedade de serviços que torna a Garda Portugal a única empresa portuguesa a oferecer todos os serviços logísticos e aduaneiros existentes no mercado.


Em funcionamento desde janeiro de 2016, a Garda Portugal surge da antiga JCF Portugal, empresa inserida no segmento aduaneiro e de transportes. Acumulando 26 anos de experiência, a empresa foi sofrendo algumas transformações ao longo do tempo, sempre pelas mãos da sua sócia-gerente, Paula Gouveia. “Comecei em nome individual porque era despachante privativa, mas em 1993 nasceu a JCF por causa da alteração da legislação, pois além de despachantes teríamos que ser também transitários devido às constantes solicitações nesta área. O nosso serviço era baseado na vertente aduaneira, mas a evolução comercial exigiu a procura de um serviço mais completo e centralizado. A JCF foi uma referência na logística completa para diversas empresas, nos mais variados setores. Oferecíamos uma solução integrada desde a gestão e controlo logístico, à tramitação aduaneira para a sua libertação, até à sua armazenagem e posterior entrega”, explica a empresária Paula Gouveia.

A gama alargada de serviços oferecidos pela JCF e a entrada de um novo sócio para a empresa, Marco Simão, impulsionou a criação da Garda Portugal, uma entidade com um novo nome, nova morada, mas que mantém a mesma identificação jurídica e fiscal nascida em 1993 e com novos objetivos.

Hoje, com instalações em Alcochete, a Garda Portugal oferece um serviço completo e personalizado, garantindo informação permanente e atualizada, controlo rigoroso sob o circuito da mercadoria, procura da melhor solução logística, execução de toda a tramitação aduaneira, disponibilidade de armazenagem em todos os regimes aduaneiros e transporte de mercadorias nacionais e internacionais.


Uma aposta segura
Estando no mercado há vários anos, a Garda Portugal começou por remodelar toda a sua estrutura, tanto a nível de recursos humanos como o delineamento de novas metas empresariais. “Com as novas infraestruturas aumentámos a nossa capacidade de armazenagem, fator que tem permitido delinear os vários regimes aduaneiros que possuímos, delimitando o espaço deles e aumentando a capacidade. Internamente, agregamos uma variedade de serviços, que torna a Garda Portugal a única empresa portuguesa a oferecer todos os serviços logísticos e aduaneiros que existem no mercado”, realça Paula Gouveia.

Declarante aduaneiro, transitário, transportador, depósito temporário, armazém de exportação, ponto de controlo alimentar, entreposto aduaneiro, depósito aduaneiro, depósito autorizado, entreposto fiscal. Todas estas atividades são realizadas pela Garda Portugal. “A nossa grande meta e objetivo para 2016 passa pelos entrepostos aduaneiros e fiscais. Desta forma continuaremos a gerir a empresa com as ferramentas extraordinárias que temos e com os valores que defendemos. Continuaremos a ser uma aposta segura para todos os que em nós confiam – clientes, fornecedores, entidades públicas, entidades privadas e essencialmente, a equipa Garda, afirma.